October 6 2017, 8:34pm on

Gizmodo BrasilMétodo ainda precisa ser testado em humanos, mas no futuro poderia ser usado em emergências, cirurgias ou até mesmo em zonas de guerra.

Posted by:
Bookmark and Share